Última hora

Última hora

Terrorismo: Bruxelas em alerta máximo pelo terceiro dia

Alerta máximo em Bruxelas pelo terceiro dia consecutivo. Metro, escolas, museus e muitas lojas de portas fechadas. O governo pede aos cidadãos para

Em leitura:

Terrorismo: Bruxelas em alerta máximo pelo terceiro dia

Tamanho do texto Aa Aa

Alerta máximo em Bruxelas pelo terceiro dia consecutivo. Metro, escolas, museus e muitas lojas de portas fechadas. O governo pede aos cidadãos para evitarem grandes concentrações de pessoas, temem atentados idênticos aos do dia 13 em Paris.

Durante a noite foram realizadas 19 rusgas policiais, 16 pessoas foram detidas.

“Era suposto ir ao hospital esta manhã em Saint Luc e fiquei surpreendido por receber um SMS há uma da manhã, a dizer que a reunião estava anulada. Basicamente, a cidade está encerrada e graças a deus Bruxelas não é muito grande”, refere um homem.

Esta tarde as autoridades vão rever o estado de alerta, que se encontra no nível 4, o máximo na capital belga, e no nível 3 no resto do país.

“Estou um pouco sob tensão, sim, tenso, mas por outro lado também me sinto seguro. Existem polícias e soldados suficientes. Por isso tudo está bem”, comenta outro residente de Bruxelas.

As autoridades mantêm a caça ao homem. Salah Abdeslam é procurado pela alegada implicação dos ataques de Paris.

A Alemanha tem a fronteira num estado de alerta elevado depois de a comunicação social belga ter publicado informações de que o suspeito foi avistado perto de Liege, num carro, em direção ao país vizinho.