Última hora

Última hora

Violência sem fim em Jerusalém e na Cisjordânia

Em Jerusalém duas jovens usaram tesouras para esfaquear um homem de 70 anos que, segundo a agência de notícias Reuters, se tratava de um palestiniano

Em leitura:

Violência sem fim em Jerusalém e na Cisjordânia

Tamanho do texto Aa Aa

Em Jerusalém duas jovens usaram tesouras para esfaquear um homem de 70 anos que, segundo a agência de notícias Reuters, se tratava de um palestiniano e não de um israelita.

Ambas foram baleadas por um polícia, uma delas mortalmente. A ação do agente, que disparou várias vezes contra a jovem, foi questionada num site de notícias israelita.

Numa estação de serviço, na Cisjordânia, um palestiniano esfaqueou dois israelitas. Um deles morreu. O agressor foi atingido com uma bala pela polícia e acabou morto.

Desde 1 de outubro morreram quase 90 palestinianos, em situações diferentes: ataques, tiroteios, confrontos. Vinte israelitas e um estudante americano foram mortos por agressores palestinianos.

As autoridades israelitas aumentaram as medidas de segurança à entrada na cidade de Hebron, um reduto do Hamas.