Última hora

Última hora

Ataques de Paris: Segurança vai ser reforçada nos grandes eventos desportivos

Segurança reforçada nos estádios e fora deles. França está a rever todo o dispositivo preparado para o Campeonato da Europa do próximo ano depois dos

Em leitura:

Ataques de Paris: Segurança vai ser reforçada nos grandes eventos desportivos

Tamanho do texto Aa Aa

Segurança reforçada nos estádios e fora deles.
França está a rever todo o dispositivo preparado para o Campeonato da Europa do próximo ano depois dos atentados de 13 de novembro, que visaram também as imediações do Estádio de França.

O presidente do comité organizador Euro 2016, Jacques Lambert, garantiu que as atenções vão estar também centradas nas chamadas “Fan Zone”: “vai existir alguma flexibilidade e liberdade para que cada cidade adapte estes espaços para os adeptos ao contexto financeiro local. É necessário ter em conta também a população local.”

Mas não são apenas os possíveis ataques terroristas que preocupam nesta altura os organizadores de grandes eventos desportivos. No Rio de Janeiro, onde se preparam os Jogos Olímpicos do próximo ano, voltam a debater-se as questões da elevada criminalidade na cidade. As autoridades brasileiras garante que tudo estará “passificado”.

Num passado recente, em Sochi, na Rússia, toda máquina de segurança funcionou em pleno. Nos Jogos Olímpicos de inverno do ano passado não houve registo de incidentes. O governo russo quer que o exemplo seja seguido no Campeonato do Mundo de futebol que vai decorrer em 2018.

O ministro do desporto russo, Vitaly Mutko explica que “estamos a ter em conta a atual situação no mundo e as medidas de segurança vão ser reforçada. Os colegas da FIFA chamaram a atenção para o facto de termos de ter um controlo especial nas Fan Zone. É claro que o vamos fazer.

Os responsáveis russos anunciaram também que as medidas de segurança vão ser reforçadas já na Taça das Confederações que decorre no próximo ano.