Última hora

Última hora

Os vencedores dos Emmy Internacionais

Em leitura:

Os vencedores dos Emmy Internacionais

Tamanho do texto Aa Aa

A última edição dos Emmy internacionais teve lugar esta segunda-feira em Nova Iorque. A produção francesa “Engrenages” venceu o Emmy para melhor

A última edição dos Emmy internacionais teve lugar esta segunda-feira em Nova Iorque. A produção francesa “Engrenages” venceu o Emmy para melhor série dramática.

Em Portugal, a obra chama-se “crime e castigo”, passa na RTP2 e retrata as relações entre o poder judicial, o poder executivo e o mundo dos negócios.

“Mais do que nunca, estou orgulhosa por escrever sobre o trabalho da polícia. Quero dizer obrigada à polícia depois do que aconteceu na semana passada, em Paris”, disse Anne Landois, produtora executiva da série.

A obra francesa “Illustre & Inconnu: comment Jacques Jaujard a sauvé le Louvre” ganhou o Emmy Internacional para melhor filme de arte. A obra conta a vida do diretor do museu do Louvre durante a ocupação nazi.

“Soldat Blanc” venceu o prémio para melhor mini-série de televisão. A obra francesa retrata a amizade entre dois soldados, em 1945, na Indochina.

O ator holandês Maarten Heijmams foi distinguido pelo papel na minisérie “Ramses”. A série segue a carreira de Shaffy, cantor holandês de origem francesa que se tornou célebre.

A atriz norueguesa Anneke von der Lippe venceu o Emmy Internacional na categoria interpretação feminina, pelo papel em “Eyewitness”. A série norueguesa retrata o período que se segue a um tiroteio que matou várias pessoas.

A série brasileira “Doce de Mãe” ganhou o Emmy para melhor série de comédia. Fernanda Montenegro incarna a personagem principal, a caricata dona Picucha.

A telenovela “Império” foi outra das produções recompensadas com um Emmy.