Última hora

Última hora

Androides interativos exibidos em Pequim

Em leitura:

Androides interativos exibidos em Pequim

Tamanho do texto Aa Aa

A Exposição Mundial de robôs acaba de fechar portas em Pequim. O público pôde ver máquinas que agem quase como humanos. O robô chinês Xiaoluo é capaz

A Exposição Mundial de robôs acaba de fechar portas em Pequim. O público pôde ver máquinas que agem quase como humanos. O robô chinês Xiaoluo é capaz de interagir com pessoas e fazer tarefas tão complexas como apresentar um programa de televisão.

Point of view

O nosso objetivo final é criar um sistema de inteligência artificial, mas não é fácil. Por exemplo, o sistema de reconhecimento de voz não funciona bem, sobretudo quando há muito ruído.

“O robô tem várias expressões faciais. O ecrã instalado nos olhos dá as pessoas uma sensação de interação. Ele consegue observar os movimentos do corpo humano, imitar gestos, identificar o sexo e a idade, ver se a pessoa está contente e qual o nível de felicidade”, explicou Liu Boyi, gestor de produtor da empresa chinesa Tami.

O androide feminino “Geminoid F” desenvolvido pela Universidade de Osaca, no Japão, foi uma das grandes atrações do evento.

“O nosso objetivo final é criar um sistema de inteligência artificial, mas não é fácil. Por exemplo, o sistema de reconhecimento de voz não funciona bem, sobretudo quando há muito ruído”, explicou o cientista japonês Kohei Ogawa.

O evento chinês foi também uma oportunidade para mostrar as últimas novidades em matéria de robótica industrial. A Exposição Mundial de robôs teve lugar entre 23 e 25 de novembro em Pequim.