Última hora

Última hora

Mali: Ataque com morteiros contra base de capacetes azuis da ONU

Pelo menos três mortos e 20 feridos: é o balanço do ataque a uma base dos capacetes azuis da ONU, no norte do Mali. Um responsável das Nações Unidas

Em leitura:

Mali: Ataque com morteiros contra base de capacetes azuis da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos três mortos e 20 feridos: é o balanço do ataque a uma base dos capacetes azuis da ONU, no norte do Mali.

Um responsável das Nações Unidas revela que as vítimas mortais são dois soldados da Guiné-Conacri e um civil ao serviço da MINUSMA.

Há quatro feridos em estado grave.

Por volta das quatro da madrugada, locais, o campo das forças da ONU em Kidal foi atacado com morteiros. A ação ainda não foi reivindicada.

Num comunicado, o chefe da missão, Mongi Hamdi, disse que “o ataque não põe em causa a determinação das Nações Unidas em apoiar o povo do Mali e o processo de paz”.

As tropas francesas e 10 mil soldados da ONU procuram estabilizar o norte do Mali e implementar os acordos de paz de junho.

A zona mantém-se instável, depois de ter estado nas mãos de grupos jihadistas desde 2012.

A MINUSMA é a missão da ONU com o maior número de mortos, desde a Somália nos anos noventa.

A ação em Kidal ocorre uma semana após o ataque a um hotel de Bamaco, reivindicado por vários grupos islamitas. Morreram 20 pessoas.