Última hora

Última hora

Tiago (Atlético de Madrid) foi operado com êxito e regressa a tempo do Euro'2016

Em leitura:

Tiago (Atlético de Madrid) foi operado com êxito e regressa a tempo do Euro'2016

Tamanho do texto Aa Aa

O futebolista internacional português Tiago foi operado este domingo “com êxito” e deverá regressar à competição dentro de 4 meses, informou o Atlético de Madrid. O médio sofreu sábado uma fratura na tíbia direita, no decorrer da receção dos “colchoneros” ao Espanyol, a contar para a 13.ª jornada da Liga espanhola.


Segundo a nota do departamento médico do clube “rojiblanco”, a intervenção visou o “fortalecimento do osso da tíbia”, permitindo assim “um melhor tratamento” sem ser necessário o recurso a gesso.

O tempo de paragem estimado é de quatro meses e, caso se confirme este cenário, o médio português, de 34 anos, deverá reaparecer nos relvados em março do próximo ano, ainda a tempo de ser convocado pelo selecionador português de futebol, Fernando Santos, para o Europeu de França.


Tiago sofreu a lesão ainda na primeira parte do jogo com o Espanyol, depois de chocar com a tíbia nas costas de Marco Asensio.

Ainda com o português em campo, Antoine Griezmann, que já na quarta-feira havia qualificado o Atlético de Madrid — e o Benfica — para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões com um ‘bis’ ao Galatasaray (2-0), marcou o único golo do jogo. Logo aos três minutos, o internacional francês apontou o 6.° golo na prova, depois de uma assistência do ex-portista Óliver Torres.

Com este triunfo, o Atlético de Madrid manteve-se a quatro pontos do líder FC Barcelona, que recebeu e goleou a Real Sociedad por 4-0.

Ronaldo marca e Real ganha

O Real Madrid regressou, entretanto, aos triunfos na Liga espanhola de futebol, depois do humilhante 0-4 com o FC Barcelona da jornada anterior. Os “merengues” venceram, este domingo, no reduto do Eibar por 2-0.


O galês Gareth Bale inaugurou o marcador, aos 43 minutos, de cabeça, após um canto, e o internacional português Cristiano Ronaldo sentenciou a partida, também de bola parada, ao concretizar um penálti mal assinalada pelo árbitro, aos 82.

O Real foi a melhor equipa em campo, criou mais ocasiões de golo, mas realizou mais uma exibição muito apagada, com Ronaldo a não fugir à mediocridade geral. No centro da defesa, Pepe não sentiu grandes problemas.

Ainda assim, o “capitão” da seleção lusa marcou o 9.° golo na prova – evitando ficar em “branco” pela nono jogo na competição – e o segundo de grande penalidade, depois de três jogos sem faturar.

Com este triunfo, o Real Madrid segue no terceiro lugar, recolocando-se a 2 pontos do Atlético de Madrid e 6 do líder FC Barcelona.