Última hora

Última hora

Ativistas do Ártico e do Pacífico convergem na COP21

Dezenas de ativistas vindos de regiões do Ártico a pequenas nações do Pacífico convergiram na cimeira de Paris para fazer ouvir os argumentos de

Em leitura:

Ativistas do Ártico e do Pacífico convergem na COP21

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de ativistas vindos de regiões do Ártico a pequenas nações do Pacífico convergiram na cimeira de Paris para fazer ouvir os argumentos de partes do planeta na primeira linha dos efeitos das alterações climáticas.

Entre os presentes, está a filha do presidente da República das Ilhas Marshall. Milañ Loeak também representa a Rede de Indígenas do Pacífico: “Não é só uma questão ambiental, mas também humana. Afeta a todos, mas nós somos mais insistentes, porque estamos na linha da frente e sentimos [os efeitos] todos os dias. É por isso que estamos aqui.”

A pequena nação sofre com a subida dos níveis das águas, que também ameaça as Ilhas Cook, representadas em Paris pela ex-atleta Tuaine Elaine Marsters:

“Pertenço a um grupo de sensibilização, que está bastante preocupado com [o futuro] do nosso povo. O que fazemos é alertar para o facto de que agora é o momento para se adaptar às alterações climáticas, mudando-se para o interior e afastando-se das zonas costeiras.”

Também presente na COP21, o coletivo “Run For Your Life” organizou uma corrida de estafetas de mais de 3000 quilómetros, do norte da Suécia até Paris, para alertar para os efeitos das alterações climáticas no Ártico.