Última hora

Última hora

Torre de 325 metros no coração da Amazónia

Em leitura:

Torre de 325 metros no coração da Amazónia

Tamanho do texto Aa Aa

A floresta da Amazónia tem um impacto extraordinário no planeta produzindo cerca de metade de todo o oxigénio na atmosfera. Foi erguida uma torre de

A floresta da Amazónia tem um impacto extraordinário no planeta produzindo cerca de metade de todo o oxigénio na atmosfera. Foi erguida uma torre de 325 metros de altura, mais alta do que a Torre Eiffel, em pleno coração da floresta, para monitorizar alterações químicas no ar. O observatório é um projeto conjunto entre o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazónia e o Instituto Max Planck, da Alemanha.

O coordenador do projeto, o alemão Jurgen Kessemelmeier explica: “Esta torre procura, principalmente, gases com efeito de estufa, como o CO2, metano e o ozono que aquecem a atmosfera. Estes gases são trocados com a superfície, em terra. Quero perceber a quantidade destes gases que estão a sair do sistema, da floresta, ou que estão a entrar e perceber como funciona este processo de troca.”

Todos os dados recolhidos pela torre, que deverá funcionar durante 30 anos, vão ser incorporados em modelos de previsão do clima e podem vir a influenciar as políticas ambientais. O trabalho de investigação é dispendioso. O valor do projeto ultrapassa os oito milhões de euros e os custos são divididos pela Alemanha e pelo Brasil.