Última hora

Última hora

Dinamarca: vitória do "Não" no referendo sobre a maior cooperação europeia

Os dinamarqueses disseram não a uma maior participação nas políticas de justiça e policiamento da União Europeia. No referendo realizado esta

Em leitura:

Dinamarca: vitória do "Não" no referendo sobre a maior cooperação europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Os dinamarqueses disseram não a uma maior participação nas políticas de justiça e policiamento da União Europeia. No referendo realizado esta quinta-feira, a maioria de eurocéticos do país escandinavo rejeitou a soberania de Bruxelas para as questões judiciais e policiais.
O “Não” recolheu entre 52 e 53% por cento dos votos. A taxa de participação ultrapassou os 70%.

Os dinamarqueses já tem um estatuto especial na União Europeia.
Depois de terem rejeitado em 1992 o tratado de Maastricht…e terem aprovado no ano seguinte, uma versão alternativa, gozam de determinadas exceções: união monetária e económica, defesa, cooperação policial e jurídica e cidadania.
Os defensores do sim garantiam que a Dinamarca precisava de dar mais poderes a Bruxelas para permanecer na Europol.

A campanha do não, que acabou por vencer, garante que essa expulsão é pura fantasia euroentusiasta. E dá o exemplo da Noruega, país que está fora da União, mas participa sem problemas na Europol.

Recorde-se que a Dinamarca já foi alvo de ataques terroristas. O último ocorreu em fevereiro deste ano, num centro cultural e numa sinagoga: fizeram dois mortos e cinco feridos