Última hora

Última hora

Em leitura:

O novo filme de Alexander Sokurov é um elogio à Europa


cinema

O novo filme de Alexander Sokurov é um elogio à Europa

O novo filme de Alexander Sokurov é um elogio à Europa, em forma de conversa com o espetador.

Em “Francofonia”, o realizador russo elabora um ensaio sobre a relação entre a arte e a guerra.

A personagem principal é o museu do Louvre, pilar da civilização europeia, mas há outros protagonistas: o próprio autor e narrador, o diretor do museu do Louvre e o oficial alemão Franz Wollf Metternich. Surgem também Napoleão e Mariana como símbolos do império e da revolução francesa.

Para que serve a França sem o Louvre? É a pergunta colocada por Alexander Sokurov. O realizador russo acrescenta que mesmo numa das mais belas cidades do mundo, o perigo pode surgir a qualquer momento, palavras que soam como uma profecia.

Para Sokurov, tendo o Louvre, a França a Europa e a Civilização sobreviverão.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
A lista dos nomeados para os Prémios do Cinema Europeu

cinema

A lista dos nomeados para os Prémios do Cinema Europeu