Última hora

Última hora

Migrantes: Alemanha e França querem Frontex com mais poderes

A Alemanha e a França propuseram à União Europeia dotar a Frontex, a Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos

Em leitura:

Migrantes: Alemanha e França querem Frontex com mais poderes

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha e a França propuseram à União Europeia dotar a Frontex, a Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-membros, de mais poder para que possa, na teoria, patrulhar as fronteiras europeias, mesmo sem ter sido convocada pelo país em causa.

A proposta foi enviada, na semana passada, ao Executivo de Bruxelas e mostra a frustração que os dois países sentem com o fracasso da Grécia em controlar o número de migrantes que chegam por via marítima, colocando em risco as fronteiras da União.

Para facilitar o registo dos migrantes que afluem à Europa, o Governo de Berlim criou um passaporte para os refugiados.

“É claro que este procedimento vai demorar mais tempo do que aquele que temos agora, mas vai oferecer uma variedade de possibilidades para se utilizar os dados em outros campos. Isso vai acelerar todo o processo de registo e de integração dos refugiados”, assegura o ministro alemão do Interior, Thomas de Maiziere.

O passaporte vai incluir informações dos refugiados como: o nome, data e local de nascimento, nacionalidade, género, uma fotografia e ainda, a altura e a cor dos olhos e do cabelo.

A Alemanha recebeu, desde o início do ano, quase um milhão de migrantes.