Última hora

Última hora

Criar adultos mais tolerantes no futuro

Que ferramentas pedagógicas estão a ser utilizadas para promover os valores da tolerância e multiculturalismo?

Em leitura:

Criar adultos mais tolerantes no futuro

Tamanho do texto Aa Aa

A atualidade é cada vez mais marcada pelo fenómeno do multiculturalismo. Nesta edição, falamos sobre iniciativas pedagógicas que ajudam a consolidar o valor da tolerância na sala de aulas.

A diversidade étnica na Austrália é apontada como das mais heterogéneas do mundo. Mas a discriminação, nomeadamente das comunidades autóctones, é um fenómeno histórico. Fomos conhecer uma iniciativa que consiste na imersão noutras culturas durante um dia.

Austrália: As diferenças que aproximam

É uma das culturas mais antigas do mundo. As estórias ancestrais dos aborígenes australianos são agora contadas em várias escolas de um país onde a convivência entre diferentes comunidades é uma realidade premente. Na década de 90, por exemplo, a Austrália assistiu à chegada massiva de imigrantes chineses, indianos ou vietnamitas. A coabitação entre todos inspirou um programa chamado Infusão Cultural.

Há mais de uma década que Alan Harris, aborígene, participa nos programas de Infusão Cultural. Faz questão de salientar que foi através desta iniciativa que muitas crianças tiveram o primeiro contacto com tradições do seu próprio país. Na escola de Collingwood, em Melbourne, 80% dos estudantes são de origem estrangeira. Mas estas aulas dão-lhes uma espécie de sentimento de unidade na descoberta de hábitos completamente diferentes.

Bélgica: Preparar uma sociedade mais tolerante

Todos os dias, o infantário Tierlantuin acolhe 42 bebés e crianças entre as oito semanas e os três anos de idade. Tudo pode parecer exatamente como noutra creche qualquer. Mas esta recebeu o Prémio Evens da Educação para a Paz deste ano. Os pais podem vir a qualquer altura do dia, ajudar, participar nas atividades e mesmo nas tomadas de decisão relativamente à organização do infantário.

O sentido comunitário reflete-se em todas as tarefas. Neste dia, os pais ajudaram a fazer a sopa para o almoço. A diretora do espaço, Katrien Reynaert, realça que é importante as crianças crescerem percebendo as diferenças de hábitos nas outras famílias ou diferentes composições familiares. É o primeiro passo, relembra, para criar adultos mais tolerantes no futuro.