Última hora

Última hora

Deslizamento de terras no sul da China soterra área equivalente a 60 campos de futebol

Uma montanha de lama e de lixo proveniente de construção colapsou em Shenzhen, uma cidade industrial no sul da China. Perto da fronteira com Hong

Em leitura:

Deslizamento de terras no sul da China soterra área equivalente a 60 campos de futebol

Tamanho do texto Aa Aa

Uma montanha de lama e de lixo proveniente de construção colapsou em Shenzhen, uma cidade industrial no sul da China. Perto da fronteira com Hong Kong e num ritmo de crescimento frenético, a cidade viu engolidos 33 edifícios e cerca de 100 pessoas estão desaparecidas.

Foi possível evacuar a tempo quase 900 pessoas, segundo a imprensa local, e mais de 1500 socorristas e 100 carros de bombeiros mantêm-se no local da catástrofe em operação de resgate.

Para além de novos edifícios, Shenzhen escava agora uma rede de metro, depositando a lama em zonas de desperdício.

“Chuvas intensas e o colapso de uma montanha são acidentes naturais, mas isto não é natural, isto foi causado pelo homem.”, afirma um habitante de Shenzhen.

“Se o governo tivesse tomado medidas certas a tempo, não teríamos este problema. Já vimos isto antes, é de loucos”, acrescenta outro.

O deslizamento de terras afectou uma conduta de gás natural e provocou uma explosão ouvida a 4 quilómetros, espalhando projécteis por mais de dez hectares.

Numa conferência de imprensa, o vice presidente da Câmara, Liu Qinsheng, estimou que 38 hectares, cerca de 60 campos de futebol, a área coberta pela gigantesca massa de terra, com altura de várias dezenas de metros.

Shenzhen é uma das maiores cidades da China e um dos mais importantes centros industriais.