Última hora

Última hora

Violência intensifica-se no sudeste da Turquia

Em leitura:

Violência intensifica-se no sudeste da Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Três rebeldes curdos morreram esta quinta-feira na cidade de Diarbaquir, no sudeste da Turquia, na sequência de confrontos com a polícia, que terá reagido a um ataque de militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Também esta quinta-feira, as autoridades lançaram gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar centenas de pessoas que tentavam participar de uma marcha pelo centro da cidade, com o caixão de dois militantes do PKK.

Os combates entre as forças turcas e rebeldes curdos têm-se intensificado em quatro cidades de maioria curda, desde o início de uma ofensiva antiterrorista, há dez dias.

Milhares de pessoas encontram-se deslocadas. Na cidade de Cizre é notória a preocupação, como se percebe pelas palavras de Ibrahim Arpacik, vendedor: “Distribuo estes ovos porque as pessoas são muito pobres. Não existe água ou telefone. Os transportes não circulam. As estradas estão fechadas. O que é isto? Estão a usar esta violência bárbara contra o povo curdo. Basta. Durante quanto tempo é que isto vai continuar?”

De acordo com o Exército turco, mais de 120 rebeldes terão sido mortos desde o início das últimas operações antiterroristas. Mais de 10 mil militares e polícias estão mobilizados. Contam com o apoio de armas pesadas e de veículos blindados.