Última hora

Última hora

Irão: Hassan Rouhani apela à unidade dos países muçulmanos

O presidente do Irão, Hassan Rouhani, acusou Israel de ser o único beneficiário da destruição da Síria e apelou à unidade dos países muçulmanos, na

Em leitura:

Irão: Hassan Rouhani apela à unidade dos países muçulmanos

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Irão, Hassan Rouhani, acusou Israel de ser o único beneficiário da destruição da Síria e apelou à unidade dos países muçulmanos, na abertura de uma conferência internacional, em Teerão, sobre a crise que afeta todo o mundo islâmico.

Point of view

"Será que a destruição da Síria conduz ao fortalecimento da Turquia, Jordânia, Arábia Saudita, Qatar, Emirados Árabes Unidos ou outros países? Está alguém contente pela destruição da Síria, além de Israel?" - Hassan Rouhani

“Não há nem crescente xiita nem sunita. Temos uma lua islâmica. Nós, muçulmanos, estamos num mundo onde devemos estar unidos”, afirma o presidente.

Rouhani afirma que a crise da síria desestabiliza a região e tem apenas um beneficiário: “Será que a destruição da Síria conduz ao fortalecimento da Turquia, Jordânia, Arábia Saudita, Qatar, Emirados Árabes Unidos ou outros países? Está alguém contente pela destruição da Síria, além de Israel?”, questiona.

O presidente iraniano considera que os países muçulmanos devem tentar mudar a imagem que a opinião pública internacional tem do Islão.

Imagem essa propagada, na internet e nos “media”, devido à ideologia radical e à violência de grupos extremistas como o autoproclamado Estado islâmico.