Última hora

Última hora

Seul e Tóquio alcançam acordo sobre questão das escravas sexuais

A Coreia do Sul e o Japão alcançaram um acordo histórico sobre as chamadas “Mulheres de Conforto”. A questão das escravas sexuais que as tropas

Em leitura:

Seul e Tóquio alcançam acordo sobre questão das escravas sexuais

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul e o Japão alcançaram um acordo histórico sobre as chamadas “Mulheres de Conforto”. A questão das escravas sexuais que as tropas nipónicas mantiveram na península coreana durante a ocupação nipónica, dos anos 30 ao fim da Segunda Guerra Mundial, era um espinho nas relações entre Seul e Tóquio.

De visita à capital sul-coreana, o chefe da diplomacia japonesa, Fumio Kishida, transmitiu “as mais sinceras desculpas e os remorsos” da parte do primeiro-ministro Shinzo Abe “a todas as mulheres que passaram por estas experiências dolorosas e desmedidas e que sofreram feridas físicas e psicológicas incuráveis como “Mulheres de Conforto.” Além do pedido de desculpas, o Japão comprometeu-se a criar um fundo de indemnização de mais de 7,5 milhões de euros.

Se em termos políticos a questão fica resolvida, na opinião pública sul-coreana as feridas continuam por sarar. Para alguns ativistas a solução encontrada evita a questão da responsabilidade. Por outro lado, manifestam-se contra a retirada de uma estátua de homenagem às vítimas que se encontra em frente à embaixada do Japão.