Última hora

Última hora

EUA: Polícia que matou adolescente clama inocência

Jason Van Dyke diz-se inocente na primeira audiência do julgamento, em Chicago. Laquan McDonald tinha 17 anos.

Em leitura:

EUA: Polícia que matou adolescente clama inocência

Tamanho do texto Aa Aa

O polícia norte-americano Jason Van Dyke afirmou a inocência, nesta primeira audiência do julgamento, em Chicago, em que responde pela morte de um adolescente, no ano passado.

Point of view

Ele quer que a história dele seja conhecida, para que as pessoas não o vejam como um assassino a sangue frio.

A morte de Laquan McDonald, então com 17 anos, foi um de vários casos que têm vindo recentemente a lume, de violência por parte da polícia americana, sobretudo contra negros, como é o caso de McDonald.

Daniel Herbert é advogado de defesa: “Ele quer que a história dele seja conhecida, para que as pessoas não o vejam como um assassino a sangue frio. Alegou inocência porque acredita estar inocente”.

O vídeo, captado pela câmara do carro, mostra o polícia a disparar 16 tiros contra o adolescente, que estava armado apenas com uma faca e estava a fugir dos polícias.

A divulgação do vídeo causou uma onda de revolta, sobretudo junto da comunidade negra de Chicago, que exige a demissão do presidente da câmara, Emanuel Rahm, que teve de interromper as férias, depois de dois novos casos de mortes às mãos da polícia.