Última hora

Última hora

Cuba otimista para 2016

Os cubanos celebraram esta noite o ano novo e os 57 anos do aniversário da Revolução, numa altura em que as relações diplomáticas entre Cuba e os

Em leitura:

Cuba otimista para 2016

Tamanho do texto Aa Aa

Os cubanos celebraram esta noite o ano novo e os 57 anos do aniversário da Revolução, numa altura em que as relações diplomáticas entre Cuba e os Estados Unidos estão em vias de progresso.
Símbolos e bandeiras decoraram Havana enquanto um vento de optimismo e esperança paira sobre o país para 2016.

“Eu sempre me identifico com a revolução e por isso espero por muitas coisas boas e que elas tragam mudanças e que beneficiam todos nós e as nossas relações com o mundo e que, globalmente, tudo melhore”.

As celebrações deste ano ocorrem tendo como pano de fundo a retoma histórica das relações diplomáticas entre Havana e Washington. 2015 ficou marcado por uma abertura do país ao exterior com uma infinidade de celebridades americanas, políticos e atletas a viajarem para Cuba.

O presidente cubano Raúl Castro olha para o futuro com otimismo.

“Poucas horas depois do início do ano 58 da Revolução, gostaria de transmitir a todos os cubanos os parabéns merecido pela profunda convicção de que vamos superar qualquer desafio com os nossos esforços para construir um socialismo próspero e sustentável. Um discurso na Assembleia Nacional no final da sessão em que os deputados aprovaram o Orçamento do Estado para 2016.

Foi em 1959, Fidel Castro liderou a Revolução Cubana contra o ditador Fulgencio Batista.