Última hora

Última hora

Suspeito de tiroteio em Telavive identificado mas continua em fuga

O atirador responsável pelo ataque no centro de Telavive que fez pelo menos dois mortos e sete feridos é um árabe-israelita proveniente de Wadi Ara

Em leitura:

Suspeito de tiroteio em Telavive identificado mas continua em fuga

Tamanho do texto Aa Aa

O atirador responsável pelo ataque no centro de Telavive que fez pelo menos dois mortos e sete feridos é um árabe-israelita proveniente de Wadi Ara, no norte do país. A informação é avançada pelo jornal Times of Israel, que cita fontes policiais.

Canais de televisão israelitas e jornalistas no terreno avançam que o suspeito tem 29 anos e foi libertado há dois anos da prisão, depois de cumprir pena por tentar roubar a arma de um soldado israelita.

O tiroteio ocorreu no “pub” Simta, no cruzamento das ruas Dizengoff e Gordon, numa área bastante movimentada da cidade. Uma das vítimas mortais foi identificada como o gerente do bar.

A proprietária de um salão de beleza adjacente explica que se escondeu “debaixo do balcão” quando ouviu os tiros. Diz que “esperou 30 segundos”, que pareceram durar uma eternidade. Acrescenta que teve medo “pela mãe e por todos” os que se encontravam nas redondezas. E diz ainda que o que aconteceu a fez “lembrar do que se passou em Paris”.

Segundo fontes policiais, o atirador terá sido reconhecido pelo próprio pai, que o identificou depois de ver as notícias do ataque.

Está em curso uma verdadeira caça ao homem: equipas da polícia israelita bloquearam uma parte do centro de Telavive à procura do suspeito, que continua a monte.