Última hora

Última hora

Militares iraquianos conquistam Ramadi ao Estado Islâmico

Tropas governamentais iraquianas conquistaram Ramadi ao ISIS, mas continuam a lutar contra focos de resistência do autoproclamado Estado Islâmico na

Em leitura:

Militares iraquianos conquistam Ramadi ao Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Tropas governamentais iraquianas conquistaram Ramadi ao ISIS, mas continuam a lutar contra focos de resistência do autoproclamado Estado Islâmico na cidade.

Existe a suspeita que cerca de 700 combatentes ainda se escondem nos arredores de Ramadi.

Entretanto, mais de 50 famílias que eram usadas como “escudos humanos” pelo Estado Islâmico, foram libertadas pelo exército iraquiano.

“Malditos sejam. Aquela gente não tem um pingo de humanismo. Deus vos abençoe por nos resgatarem do Estado Islâmico. Ontem eles vieram até nós e disseram que ou saímos a bem ou iam armadilhar as nossas casas. Deus abençoe as forças de segurança, os tenentes, os coronéis, até à mais alta patente. Deus abençoe os soldados, os pequenos soldados que nos vieram resgatar deste lugar de monstros. Eles são monstros sem humanismo. Aquilo não é o Islão,” afirmou um dos reféns libertados.

Dado que o Estado Islâmico, em fins de junho de 2014, tinha proclamado um califado nos territórios da Síria e Iraque sob o seu controle, a anunciada conquista de Ramadi pelo exército iraquiano constitui um marco para as forças governamentais.

No norte do Iraque, na cidade de Tikrit pelo menos 12 policiais foram mortos e dez ficaram feridos num ataque suicida contra uma base das tropas governamentais iraquianas.