This content is not available in your region

China penaliza bolsas europeias

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Reuters
China penaliza bolsas europeias

<p>Os mercados europeus estão em queda, neste primeiro dia de negócios do ano, depois da suspensão das transações na bolsa de Xangai, quando o índice principal do mercado chinês caía 7%.</p> <p>A <a href="http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/01/04/bolsas-da-china-despencam-7-e-operacoes-sao-suspensas-pela-primeira-vez.htm">China anunciou dados pouco animadores</a> relativos à produção industrial de dezembro, que esteve a caír pelo décimo mês consecutivo e a um ritmo maior que em novembro.</p> <p>Entre os mercados mais penalizados, destaque para Frankfurt, que a meio da sessão caía mais de 4%.</p> <p>“O <span class="caps">DAX</span> abriu em forte baixa hoje, por causa dos dados negativos da China. Houve uma queda de 7% e uma suspensão das transações, o que se refletiu aqui. Por isso, o índice da bolsa alemã abriu com fortes quedas”, diz o analista Fidel Helmer.</p> <p>Além dos problemas da China, também o <a href="http://pt.euronews.com/2016/01/04/arabia-saudita-corta-relaces-diplomaticas-com-o-irao/">corte de relações entre a Arábia Saudita e o Irão</a> está a penalizar as bolsas. O Eurostoxx 50 perde mais de 3%. Já o <span class="caps">PSI</span> 20, da bolsa lisboeta, caía pouco mais de 2% a meio da sessão.</p> <p>Os mercados asiáticos foram igualmente penalizados pelos problemas na China, com fechos em forte queda nos mercados de Hong Kong e Tóquio.</p>