Última hora

Última hora

Comunidade internacional apela à contenção entre iranianos e sauditas

A comunidade internacional receia a escalada de tensão entre o Irão e a Arábia Saudita e apela ao diálogo. O ataque a duas mesquitas sunitas no

Em leitura:

Comunidade internacional apela à contenção entre iranianos e sauditas

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional receia a escalada de tensão entre o Irão e a Arábia Saudita e apela ao diálogo.

O ataque a duas mesquitas sunitas no Iraque esta segunda-feira é apenas um exemplo de como a tensão entre as duas potências pode inflamar a violência noutras regiões.

França, Alemanha e Reino Unido estão na linha frente a apelar a contenção.

David Cameron explica que o bom relacionamento entre os dois países é fundamental para devolver a paz à Síria.

“Queremos ver estabilidade no Médio Oriente. Nós queremos ver boas relações entre todos os países do Médio Oriente porque é essencial para resolver a crise que temos na Síria e que é a fontes de tantos destes problemas”, afirmou o primeiro-ministro britânico.

Alemanha afina pelo mesmo diapasão. Também condena a pena de morte, mas não esquece a exportação de armas para os países árabes que, no caso alemão, duplicou na primeira metade de 2015.

“Os últimos desenvolvimentos na Arábia Saudita são alarmantes. O ministro da economia afirma que o governo alemão opõe-se veemente à pena de morte. Estamos a assistir a estes desenvolvimentos no contexto da exportação de armas”.

A Rússia apelou ao Irão e à Arábia Saudita a mostrarem contenção. Profundamente preocupado, o ministério russo dos negócios estrangeiros declarou estar preparado para mediar a resolução da crise e instou iranianos e sauditas a retomar o diálogo.