Última hora

Última hora

Migrantes: Começaram os controlos na fronteira entre a Dinamarca e a Suécia

A nova medida visa conter o afluxo de refugiados que acorrem à Suécia mas é um martírio para as 25 mil pessoas que moram num país e trabalham no outro

Em leitura:

Migrantes: Começaram os controlos na fronteira entre a Dinamarca e a Suécia

Tamanho do texto Aa Aa

Começaram, esta segunda-feira, os controlos na fronteira entre a Suécia e a Dinamarca.

Point of view

É uma perda de tempo e um inconveniente quando apenas queremos voltar para casa depois do trabalho

A nova medida, anunciada em dezembro, visa conter o afluxo de refugiados que acorrem à Suécia mas é um martírio para as 25 mil pessoas que moram num país e trabalham no outro e atravessam diariamente esta fronteira – em livre circulação desde os anos 50.

“É uma perda de tempo e um inconveniente quando apenas queremos voltar para casa depois do trabalho”, diz Michel Tamara, transfronteiriço.

Silke Engelholm, igualmente transfronteiriça, explica: “Para mim, significa que tenho de mudar de comboio duas vezes, em vez de ir diretamente de ‘Osterport’ para Lund. É a primeira vez, hoje, pelo que não sei quanto tempo mais vou levar. Penso que terei, pelo menos, 1h30 de trajeto, em vez de apenas 1 hora.”

A nova medida coloca entre parêntesis a política de livre circulação entre os países nórdicos, implementada nos anos 50.

A Suécia, que recebeu mais de 150 mil pedidos de asilo, no ano passado, diz não conseguir lidar com o fluxo não regulado de novas chegadas.

A medida provocou preocupação na Dinamarca. O primeiro-ministro, Lars Lokke Rasmussen, na mensagem de fim de ano, anunciou que uma medida semelhante poderia vir a ser tomada na fronteira entre a Dinamarca e a Alemanha. Medida confirmada esta segunda-feira.