Última hora

Última hora

Em leitura:

Uzbequistão: O mausoléu de Tamerlão


Postcards

Uzbequistão: O mausoléu de Tamerlão

No início de uma nova série de “Postcards” fomos até à antiga cidade de Samarcanda, no Uzbequistão. Um dos monumentos mais belos é o mausoléu de Tamerlão.

Os principais dados

  • Situa-se na Ásia Central. Tem como vizinhos o Cazaquistão, o Turquemenistão, o Quirguistão e o Tajiquistão
  • A capital é Tashkent
  • Possui mais de 30 milhões de habitantes
  • A ex-república soviética tornou-se independente em 1991
  • A área total do território é de 425,400 km2. As planícies representam quatro quintos do país
  • A temperatura média no inverno é de -6 graus centígrados. No verão os termómetros sobem até aos 32°
  • Cerca de 80% da população é uzbeque e o Islão é a principal religião (88% da população)

Samarcanda era a capital do vasto império chefiado por Tamerlão, conquistador turco mongol, falecido em 1405.

Segundo Seamus Kearney, enviado da euronews, “o interior do mausoléu é impressionante. A sala dourada, onde estão os restos mortais de Tamerlão, dos filhos e dos netos, deleita os visitantes”.

No interior do mausoléu, construído por um dos netos de Tamerlão, encontram-se exemplos perfeitos da arte decorativa do século XIV e XV.

Parviz Ismatullaev, guia turístico em Samarcanda, adianta: “O túmulo verde-escuro, que está no centro, é o de Tamerlão. É feito a partir de uma das maiores peças de jade do mundo. Os outros túmulos são feitos de mármore e ónix”.

O mausoléu é apenas um dos vários edifícios históricos, com cúpulas azuis e minaretes, que podem ser visitados em Samarcanda.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Museu de Confluences: uma obra de inspiração futurista

Postcards

Museu de Confluences: uma obra de inspiração futurista