Última hora

Última hora

Suécia: forte queda na chegada de refugiados depois de imposição de controlos

O número de refugiados a entrar no sul da Suécia vindos da Dinamarca registou uma forte descida, no primeiro dia de controlos sistemáticos de

Em leitura:

Suécia: forte queda na chegada de refugiados depois de imposição de controlos

Tamanho do texto Aa Aa

O número de refugiados a entrar no sul da Suécia vindos da Dinamarca registou uma forte descida, no primeiro dia de controlos sistemáticos de identidade, impostos por Estocolmo.

A polícia sueca diz ter controlado esta segunda-feira apenas 48 migrantes, quando nos dias precedentes foram registados no mínimo 200 por dia.

A ligação com a Dinamarca constitui a principal porta de entrada em território sueco.

Mas a imposição de controlos sistemáticos não faz a unanimidade. Uma passageira no comboio entre Copenhaga e Malmö diz que “viola regras e acordos e contribui para uma visão degradante da humanidade. E é de temer os efeitos sobre o que pensamos acerca da liberdade”.

A decisão da Suécia de sistematizar as verificações de identidade na fronteira levou a Dinamarca a instaurar, por seu lado, controlos aleatórios nas fronteiras com a Alemanha, aumentando a pressão sobre o espaço Schengen e provocando inquietude, tanto em Berlim, como em Bruxelas.

A Comissão Europeia convidou os ministros da Imigração sueco, dinamarquês e alemão para se reunirem esta quarta-feira para debater a questão na capital belga.