Última hora

Última hora

Dakar 2016: Loeb domina nas quatro rodas, Gonçalves resiste nas duas

Sebastien Loeb continua a dominar nesta primeira participação do rali Dakar. O francês é a nova estrela da Peugeot nas provas de todo o terreno e

Em leitura:

Dakar 2016: Loeb domina nas quatro rodas, Gonçalves resiste nas duas

Tamanho do texto Aa Aa

Sebastien Loeb continua a dominar nesta primeira participação do rali Dakar. O francês é a nova estrela da Peugeot nas provas de todo o terreno e esta quinta-feira somou a terceira vitória em cinco etapas do rali mais famoso do mundo, agora a percorrer os desertos da América do Sul.

Na segunda posição, das 4 rodas, ficou um veterano destas andanças: Carlos Sainz. Também ao volante de um Peugeot, o espanhol cortou a meta 1,20 minuto depois do vencedor, num dia marcado pelo abandono de Carlos Sousa.

Sob chuva intensa, o português da Mitsubishi perdeu o controlo do carro e despistou-se. “Foi tudo muito rápido. O Paulo Fiúza estava a tentar limpar o vidro, porque a visibilidade era quase nula… E em 2 segundos, estávamos fora de estrada. Ficámos com o carro junto a um precipício, pendurado em duas pedras. O nosso colega de equipa ainda tentou ajudar-nos, mas na posição em que o carro ficou, só mesmo com a ajuda de um camião”, contou Carlos Sousa.

Nas motos, Toby Price foi o mais rápido desta quinta etapa. O australiano da KTM demorou 03.16,51 horas a cumprir os 327 quilómetros desta tirada.

A realizar uma excelente prova, Paulo Gonçalves não teve um dia fácil. O português da Honda terminou a etapa no 12.° lugar, a 08,54 minutos de Price. Apesar de tudo, Gonçalves mantém-se como líder do Dakar nas duas rodas, com mais 01,02 minutos que o espanhol Bort Barreda, também em Honda. Hélder Rodrigues, em Yamaha, é o segundo melhor português, terminou a etapa em 13.° e segue na 12.a posição da geral, a 19,03 minutos do líder.