Última hora

Última hora

Homem abatido em Paris pode ser tunisino

O homem abatido esta quinta-feira pela polícia em Paris pode, afinal, ser tunisino. Um bilhete encontrado junto ao corpo veio por em causa a

Em leitura:

Homem abatido em Paris pode ser tunisino

Tamanho do texto Aa Aa

O homem abatido esta quinta-feira pela polícia em Paris pode, afinal, ser tunisino.

Um bilhete encontrado junto ao corpo veio por em causa a identidade do suspeito avançada com base nas impressões digitais. Até ontem, as autoridades diziam tratar-se de um marroquino, conhecido da polícia por causa de um roubo cometido em 2013 no Sul de França.

O procurador de Paris reconhece que o manuscrito encontrado junto ao corpo está a levantar dúvidas sobre a identidade do suspeito. François Mollins adianta que no papel foi encontrado um desenho com bandeira do autoproclamado Estado Islâmico e que o homem se identifica como muçulmano, mas não como marroquino.

Segundo o Ministério do Interior, o homem gritou “Alá é grande” quando tentou forçar a entrada numa esquadra da policia, num bairro de Paris. Vestia um colete de explosivos que veio a revelar-se falso e transportaria uma arma branca. Acabou por ser morto no dia em que a França assinalava o primeiro aniversário do ataque contra semanário satírico Charlie Hebdo.