Última hora

Última hora

EUA deverão pedir extradição de "El Chapo"

Depois de seis meses em fuga, o barão da droga Joaquín “El Chapo” Guzmán foi capturado esta sexta-feira, numa vasta operação na sua região natal de

Em leitura:

EUA deverão pedir extradição de "El Chapo"

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de seis meses em fuga, o barão da droga Joaquín “El Chapo” Guzmán foi capturado esta sexta-feira, numa vasta operação na sua região natal de Los Mochis, na costa noroeste do México. A detenção foi rapidamente felicitada pela Colômbia e pelos Estados Unidos, que deixaram entender que vão pedir a extradição de Guzmán, procurado por dezenas de acusações de tráfico de droga e lavagem de dinheiro no território norte-americano.

A operação conduzida pelas forças mexicanas resultou também na morte de outros cinco suspeitos e outras seis detenções, para além do líder do cartel de Sinaloa.

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, explicou que “durante muitos meses, foi conduzida uma intensa e cuidadosa investigação, que permitiu identificar, deter e quebrar a rede criminosa de influência e proteção deste delinquente”.

O início do mandato de Nieto ficou marcado por vários sucessos na luta contra os narcotraficantes, antes da embaraçosa fuga do barão da droga mais procurado do mundo. Guzmán já tinha escapado de outra prisão mexicana, em 2001. Detido em fevereiro de 2014, depois de 13 anos a monte, “El Chapo” tinha escapado, a 11 de julho, através de um túnel de 1,5 quilómetros escavado na prisão de máxima segurança de Altiplano, perto da cidade do México.