Última hora

Última hora

Carles Puigdemont investido chefe do governo da Catalunha

Carles Puigdemont foi investido chefe do governo regional da Catalunha. Na assembleia com 135 assentos, o dirigente independentista obteve 70 votos

Em leitura:

Carles Puigdemont investido chefe do governo da Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Carles Puigdemont foi investido chefe do governo regional da Catalunha. Na assembleia com 135 assentos, o dirigente independentista obteve 70 votos. Registaram-se duas abstenções e 63 votos contra. Carles Puigdemont sucede a Artur Mas que lhe cedeu o lugar para satisfazer as exigências da esquerda radical separatista.

“Não são épocas para cobardes, não são épocas para temerosos ou para gente de pernas frouxas. Não são épocas para se resignar ao conforto. Cabe-nos assumir as responsabilidades apesar de não serem as que imaginávamos” – declarou o novo chefe do executivo catalão na sua primeira alocução. O governo e a maioria independentista vão agora tentar atingir o único objetivo que têm em comum: conseguir a secessão de Espanha.

Em Madrid, o primeiro-ministro cessante, Mariano Rajoy, respondeu de imediato. “Não vou permitir a ninguém que se arrogue poderes ilimitados e sem controlo fora da lei e da democracia. Vou defender e preservar a democracia em toda a Espanha, começando pela soberania do Estado que reside no conjunto do povo espanhol.”

Mariano Rajoy, que ainda busca uma solução para formar governo, recebeu o apoio do PSOE e dos Ciudadanos para lutar contra a ameaça independentista na Catalunha. Carles Puigdemont apresentou um programa que contempla a criação de um banco central e mesmo de alfândegas.