Última hora

Última hora

Judo alegra pequenos refugiados sírios

O programa da Federação Internacional de Judo foi agora galardoado com um prémio no Dubai

Em leitura:

Judo alegra pequenos refugiados sírios

Tamanho do texto Aa Aa

As crianças do campo de refugiados de Kilis, na Turquia, junto à fronteira com a Síria, têm um dia-a-dia mais feliz desde que começaram a ter aulas de judo.

Esta ação da Federação Internacional de Judo, que o organismo quer agora alargar a outros campos e a populações de refugiados na Europa, valeu o prémio de criatividade no desporto Sheikh Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, dado anualmente pelo emir do Dubai.

O programa, intitulado “Judo pela Paz”, é liderado pelo judoca e diretor de comunicação da Federação, Nicolas Messner.

No campo de Kilis vivem 17 mil refugiados sírios, dos quais dez mil têm menos de 15 anos. Atualmente, apenas 300 crianças estão envolvidas neste programa. O dinheiro ganho com o prémio vai ser investido no alargamento, dentro deste campo mas também a outros locais. Os organizadores querem também atrair mais raparigas para o judo. Até agora, são sobretudo os rapazes a participar.