Última hora

Última hora

Ministério Público francês investiga acidente em Deux Alpes

Um dia após a trágica avalanche, na estação francesa de Deux Alpes, no Vale de Isére que matou dois alunos e um esquiador ucraniano, são muitas as

Em leitura:

Ministério Público francês investiga acidente em Deux Alpes

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia após a trágica avalanche, na estação francesa de Deux Alpes, no Vale de Isére que matou dois alunos e um esquiador ucraniano, são muitas as perguntas sobre a origem dos acontecimentos.

A enviada da euronews foi investigar: “Será que este tipo de acidente pode colocar em risco a liberdade de esquiar fora de pista?”

“É uma questão de liberdade individual, não tenho certeza de que podemos controlar tudo, faço um paralelo com o limite de velocidade ; a velocidade é limitada na autoestrada mas há pessoas que circulam a 180 quilómetros.”

As condições atmosféricas, em que o drama se desenrolou eram más e mantiveram-se, esta quinta-feira, em que o risco de avalanche continua a ser de nível quatro numa escala de cinco.

A repórter foi confirmar: “O tempo estava propício a avalanches?

“O céu estava azul, por isso convidava a esquiar. Podemos comparar a montanha com o mar. Muitas vezes a montanha parece tranquila, mas o risco existe. “

Um acidente que não passa despercebido aos restantes esquiadores.
“Está com medo de esquiar hoje?”
“Se entrar em pista encerradas è evidente é um enorme risco. Mas vamos pelas abertas”.

O professor que enquadrou o grupo de estudantes ficou gravemente ferido e foi hospitalizado.
Uma investigação sob a autoridade do Ministério Público foi aberta.