Última hora

Última hora

Médico sueco rapta mulher e esconde vítima num bunker

Um médico sueco foi acusado de drogar, raptar e violar uma mulher que pretendia manter escondida durante anos. O julgamento está agendado para a

Em leitura:

Médico sueco rapta mulher e esconde vítima num bunker

Tamanho do texto Aa Aa

Um médico sueco foi acusado de drogar, raptar e violar uma mulher que pretendia manter escondida durante anos. O julgamento está agendado para a próxima semana. O caso remonta a setembro de 2015. O réu de 38 anos drogou a mulher e levou-a de Estocolmo até aos arredores de Knislinge. Durante a viagem de mais de 500 quilómetros administrou-lhe drogas por via intravenosa a para manter inconsciente. Na casa de província o médico tinha preparado um bunker, durante cinco anos, para usufruir da refém por muito tempo. Mas dias depois do rapto o sequestrador deu conta que a polícia procurava a mulher, pelo que foi com ela a uma esquadra para que dissesse que estava tudo bem. Mas à primeira oportunidade a vítima denunciou o raptor.