Última hora

Última hora

"O caso Spotlight" sobre abusos sexuais na Igreja vence prémio dos críticos de cinema norte-americanos

Em leitura:

"O caso Spotlight" sobre abusos sexuais na Igreja vence prémio dos críticos de cinema norte-americanos

Tamanho do texto Aa Aa

Os críticos de cinema norte-americanos deram o prémio de melhor filme à longa-metragem “O caso Spotlight”. A cerimónia de entrega dos Critics’ Choice

Os críticos de cinema norte-americanos deram o prémio de melhor filme à longa-metragem “O caso Spotlight”.

Point of view

Os jornalistas representados no filme foram fenomenais, tal como os sobreviventes de todas as injustiças cometidas no mundo. Muito obrigado pelo prémio.

A cerimónia de entrega dos Critics’ Choice Awards decorreu este domingo.

A obra realizada por Tomas McCarthy retrata a investigação jornalística do escândalo de abusos sexuais de menores na Igreja Católica.

“Os jornalistas representados no filme foram fenomenais, tal como os sobreviventes de todas as injustiças cometidas no mundo. Muito obrigado pelo prémio”, disse o produtor Steve Golin, ao receber o prémio.

“O caso Spotlight” mostra como várias personalidades religiosas e políticas tentaram encobrir o escândalo de abusos sexuais.

A obra recebeu seis nomeações para os Óscares e estreia em Portugal a 28 de janeiro.

Leonardo Dicaprio ganhou o prémio de melhor ator. O ator norte-americano incarna o papel principal no novo drama de Alejandro Iñárritu, uma história de sobrevivência e vingança, no território selvagem da América do século XIX.

Depois do Globo de Ouro, Brie Larson volta a ganhar o prémio de melhor atriz pelo papel em “Quarto”.

A atriz de 26 anos veste a pele de uma mãe mantida em cativeiro, com o filho, durante sete anos. Um dia mãe e filho conseguem fugir e têm de enfrentar algo assustador: o mundo real.

“Quarto” estreia em Portugal a 11 de fevereiro de 2016.

Os críticos de cinema norte-americanos deram o prémio de melhor ator secundário a Sylvester Stallone. O ator de 69 anos voltou a incarnar a figura de Rocky Balboa em “Creed”. O filme estreou em Portugal a 31 de dezembro.

Alicia Vikander venceu o galardão para melhor atriz secundária pelo papel em “A rapariga dinamarquesa”. A atriz sueca incarna o papel da mulher do primeiro homem que se submeteu a várias cirurgias para mudar de sexo, no início do século XX.

“A rapariga dinamarquesa” chegou às salas de cinema a 31 de dezembro.

“A queda de Wall Street” venceu o prémio de melhor comédia. A obra realizada por Adam McKay retrata a crise financeira de 2008 e conta com um elenco de luxo: Christian Bale, Brad Pitt, Ryan Gosling e Steve Carrel incarnam os papéis principais. O filme chegou às salas de cinema a 14 de janeiro.

“Mad Max: Estrada da Fúria” recebeu dez prémios da crítica norte-americana, incluindo melhor filme de ação, melhor montagem e melhores efeitos especiais. A obra foi exibida nos cinemas no ano passado.

Os Critics’ Choice Awards resultam do voto de mais de 300 críticos de cinema, dos Estados Unidos e do Canadá.