FIFA: Gianni Infantino apresenta manifesto eleitoral

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
FIFA: Gianni Infantino apresenta manifesto eleitoral

<p>O discurso de Gianni Infantino até pode ser de mudança mas as principais medidas do seu programa eleitoral são, no mínimo, familiares.</p> <p>O suíço, candidato a presidente da <span class="caps">FIFA</span> nas eleições de 26 de fevereiro, deu a conhecer o seu manifesto e entre as medidas que considera necessárias para recuperar a credibilidade do futebol destacam-se o aumento na distribuição de dinheiro pelas federações nacionais, o aumento de equipas no Campeonato do Mundo e uma maior rotatividade na organização do torneio.</p> <p>Se acha que já ouviu isto em qualquer lado, é normal, foram as linhas mestras do reinado de Sepp Blatter, que terminou da forma que todos conhecemos.</p> <p>Infantino até pode ser um plano B da <span class="caps">UEFA</span> e só se candidatou devido ao castigo a Michel Platini, mas não deixa de ser um dos principais candidatos a assumir o cargo de homem mais forte do futebol mundial.</p> <p>Além de Infantino, são também candidatos Ali Al Hussein, Salman Bin Ibrahim Al-Khalifa, Jérôme Champagne e Tokyo Sexwale.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">I’m delighted to launch my <span class="caps">FIFA</span> election Manifesto which can be accessed via my new campaign website: <a href="https://t.co/8Ueguk1C46">https://t.co/8Ueguk1C46</a></p>— Gianni Infantino (@Gianni_2016) <a href="https://twitter.com/Gianni_2016/status/689407597183533056">19 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>