Paquistão: Pelo menos 20 mortos em ataque de grupo armado em universidade

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Paquistão: Pelo menos 20 mortos em ataque de grupo armado em universidade

<p>O terror invadiu um campus universitário do Paquistão. Vários homens armados entraram na Universidade Bacha Khan e abriram fogo, em Charsadda, a poucos quilómetros de Peshawar. </p> <p>De acordo com um jornal paquistanês, que cita um ministro regional, há pelo menos 20 mortos e 50 feridos, entre alunos e professores, embora as agências noticiosas indiquem apenas 5 vítimas mortais.</p> <p>As autoridades neutralizaram 4 atacantes mas acreditam que outros estão barricados em 2 andares do edifício. Suspeita-se que serão entre 6 e oito homens armados.</p> <p>Durante os momentos iniciais do ataque foram escutadas explosões. Mais de 3000 alunos estariam no interior da universidade à hora do ataque. </p> <p>De acordo com um outro jornal local, o ataque foi reivindicado pelo Tehrik-i-Taliban Pakistan, movimento dos talibãs paquistaneses</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="en"><p lang="en" dir="ltr">PM Nawaz Sharif condemns terrorist attack at Bacha Khan University, <a href="https://twitter.com/hashtag/Charsadda?src=hash">#Charsadda</a></p>— Radio Pakistan (@RadioPakistan) <a href="https://twitter.com/RadioPakistan/status/689696042594504704">January 20, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Em Davos, a participar no Forum Económico Mundial, o primeiro-ministro Nawaz Sharif condenou o ataque. </p> <p>[ Em atualização]</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr"><span class="caps">LIVE</span>: More than 50 students have been evacuated from Bacha Khan University in <a href="https://twitter.com/hashtag/Charsadda?src=hash">#Charsadda</a><br /> <a href="https://t.co/6R7uLcXplW">https://t.co/6R7uLcXplW</a></p>— The Express Tribune (@etribune) <a href="https://twitter.com/etribune/status/689684110885949440">20 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>