Última hora

Última hora

Paquistão: Número de mortos no ataque à universidade sobe para 30

O ataque à universidade Bacha Khan em Charsadda, a poucos quilómetros de Peshawar, provocou pelo menos 30 mortos. A informação foi dada por um

Em leitura:

Paquistão: Número de mortos no ataque à universidade sobe para 30

Tamanho do texto Aa Aa

O ataque à universidade Bacha Khan em Charsadda, a poucos quilómetros de Peshawar, provocou pelo menos 30 mortos.

A informação foi dada por um ministro regional, citado por diversos media, mas o número de vítimas mortais pode aumentar, já que testemunhas afirma ter visto mais de 50 corpos.

As operações policiais terminaram depois um ataque de homens armados que durou várias horas.

De acordo com ministro regional da Informação, Shaukat Yousafzai os atacantes aproveitaram o denso nevoeiro para entrar na universidade.

O ataque aconteceu por volta das 9 horas da manhã e foram escutadas pelo menos 6 explosões.

Mais de 3000 alunos estariam no interior da universidade à hora do assalto.

As autoridades intervieram e evacuaram o estabelecimento. Depois tomaram de assalto o campus. De acordo com fontes oficiais, os militantes estavam a usar coletes de explosivos, alguns foram neutralizados quando os atacantes estavam mortos.

O ataque foi reivindicado por um comandante dos Tehrik-i-Taliban Pakistan, movimento dos talibãs paquistaneses, mas mais tarde um porta-voz negou e condenou mesmo ação, considerando-a anti-islâmica.

Em Davos, a participar no Forum Económico Mundial, o primeiro-ministro Nawaz Sharif condenou o ataque.