Última hora

Última hora

Inglaterra: "Vermelho" para refugiados?

Na cidade britânica de Middlesbroug , no norte do país, as portas das habitações sociais entregues aos refugiados são quase todas vermelhas. Das 168

Em leitura:

Inglaterra: "Vermelho" para refugiados?

Tamanho do texto Aa Aa

Na cidade britânica de Middlesbroug , no norte do país, as portas das habitações sociais entregues aos refugiados são quase todas vermelhas.

Das 168 casas construídas para abrigar refugiados, 155 têm portas vermelhas.

O construtor afirma ser coincidência, mas os refugiados receiam que a cor distinta das portas os torne alvos de ataques.

A imprensa inglesa relatou alguns casos de vandalismo e o governo anunciou que o caso vai ser investigado. O ministro da Imigração, James Brokenshire, prometeu tomar medidas caso se confirme que este é um caso de discriminação.

O Ministério da Imigração encarregou o grupo de segurança privada G4S de assegurar o alojamento dos refugiados. A G4S subcontratou a empresa Jomast, cujo diretor, Stuart Monk, afirma que “não houve a intenção de discriminar” e que não recebeu queixas dos refugiados.

A G4S tem um longo historial de contratos polémicos, entre os quais a gestão em Israel dos centros de detenção de Jalma e Maskoubieh, nos quais várias ONG denunciaram a prática de tortura contra palestinianos, incluindo crianças.