Última hora

Última hora

Moldavos revoltam-se contra nomeação "discreta" de novo primeiro-ministro

Pelo menos 8.000 pessoas protestaram na capital moldava nesta quinta-feira contra a nomeação do primeiro-ministro Pavel Filip, empossado numa

Em leitura:

Moldavos revoltam-se contra nomeação "discreta" de novo primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 8.000 pessoas protestaram na capital moldava nesta quinta-feira contra a nomeação do primeiro-ministro Pavel Filip, empossado numa cerimónia discreta.

O parlamento aprovou na véspera a nomeação de Pavel Filip, um pró-europeu, como primeiro-ministro e assim como a composição do governo, na esperança de acabar com meses de impasse político depois do executivo anterior ter sido derrubado por uma moção de censura, em outubro.

“Eles são capazes de intoxicar toda a população só para acederem em exclusivo ao poder. Eles sabem que se nós, o povo, tomarmos o poder eles vão todos acabar na cadeia.”

“Eles estão a cometer um genocídio. Não podemos ignorá-lo por mais tempo. Eu sinto muito que o nosso povo está dividido, perdido, ignorante.”

“Abaixo o parlamento!”, “Abaixo o governo!”, gritavam os manifestantes reunidos na praça central de Chisinau, agitando bandeiras moldavas, antes de desfilar ao redor do parlamento e pelas principais ruas do centro.

O novo governo tomou posse durante a noite na residência oficial do presidente Nicolae Timofti, durante uma cerimónia sob forte proteção policial e onde a imprensa não foi convidada.