Última hora

Última hora

Caso Litvinenko: Rússia considera acusações britânicas "inaceitáveis"

“Absolutamente inaceitável”. Foi desta forma que a diplomacia russa no Reino Unido classificou a conclusão sobre a morte do antigo espião Alexander

Em leitura:

Caso Litvinenko: Rússia considera acusações britânicas "inaceitáveis"

Tamanho do texto Aa Aa

“Absolutamente inaceitável”. Foi desta forma que a diplomacia russa no Reino Unido classificou a conclusão sobre a morte do antigo espião Alexander Litvinenko.
O embaixador de Moscovo em Londres foi convocado pela ministra do Interior britânica para debater o relatório das autoridades inglesas. O diplomata garante que tudo não passa de uma provocação.

Alexander Yakovenko garantiu que “para nós, é absolutamente inaceitável que o relatório conclua que o Estado russo esteve de alguma forma envolvido na morte de Litvinenko em solo britânico. Esta provocação brutal das autoridades britânicas não pode deixar de afetar as nossas relações bilaterais”.

Entrentanto, o porta-voz do presidente Putin falou mesmo de “humor britânico” para se referir a este caso.

Na capital russa as reações dividem-se. Um moscovita acredita que “é pouco provável que a decisão de matar tenente do FSB tenha sido tomada ao mais alto nível, independentemente de quem o tenha feito. É provável que tenha sido uma decisão local. Mas que partiu de onde exatamente? Deixemos a investigação descobrir”.
Um outro afirmou mesmo que “Litvinenko sabia demais, por isso foi morto.”