Última hora

Última hora

"House of Cards" em Davos

Um dos políticos mais conhecidos do mundo não perdeu a oportunidade de fazer humor em Davos, em especial ao tratar-se de um personagem fictício.

Em leitura:

"House of Cards" em Davos

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos políticos mais conhecidos do mundo não perdeu a oportunidade de fazer humor em Davos, em especial ao tratar-se de um personagem fictício.

O ator Kevin Spacey vestiu o papel de Frank Underwood,o personagem que interpreta na série “House of Cards” para falar de Donald Trump, o candidato populista na corrida à Casa Branca, como um personagem, “igualmente fictício”.

“Penso que Frank Underwood pensaria como eu, que este ano foi divertido. O ponto positivo, ao fim e ao cabo é que os Estados Unidos por mais que enfrentem situações complicadas e mesmo delirantes, acabam por acertar em alguma coisa. Penso que no final os eleitores não vão deixar-se enganar.”, retorquiu Spacey.

Uma forma de desmistificar o fenómeno Trump na corrida às presidenciais norte-americanas, quando a luta contra o populismo se tornou no principal cavalo de batalha do campo democrata.

Spacey mostra-se mais brando em Davos do que nas passadas intervenções em que afirmou que o personagem Underwood acabaria por matar Donald Trump.