Somália: Pelo menos vinte mortos em ataque terrorista

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Somália: Pelo menos vinte mortos em ataque terrorista

<p>Pelo menos vinte pessoas morreram, entre as quais mulheres e crianças, num ataque terrorista em Mogadíscio, na Somália. O atentado, que provocou mais de vinte feridos, foi reivindicado pelos rebeldes islamistas do Al Shabab, com ligações à Al-Qaida. </p> <p>Os terroristas dispararam sobre os clientes de um hotel e de um restaurante, na praia de Lido, depois de terem feito explodir dois carros armadilhados.</p> <p>Abdulkadir Mohamed, um sobrevivente conta que estava a sair quando aconteceu a explosão. Conseguiu esconder-se quando um dos atacantes começou a disparar.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="fr"><p lang="en" dir="ltr">I'm safe. I survived the attack at Liido Beach in <a href="https://twitter.com/hashtag/Mogadishu?src=hash">#Mogadishu</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Somalia?src=hash">#Somalia</a></p>— Mohamed Bashle (@mohamedbashle) <a href="https://twitter.com/mohamedbashle/status/690244676440432640">21 Janvier 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O ataque prolongou-se por várias horas durante a noite. O número de feridos ultrapassa as duas dezenas.</p> <p>O Al Shabab, que em 2012 anunciou a adesão à Al-Qaida, combate há vários anos o governo somali para instaurar um estado islâmico de orientação wahhabista na Somália. No dia 1 de novembro um atentado semelhante teve como alvo um hotel onde se reuniam responsáveis governamentais. No passado dia 15, uma base queniana da <span class="caps">AMISOM</span>, a força internacional da União Africana que apoia as instituições somalis, foi atacada pelos rebeldes, no sul do país.</p> <p>Os ataques dos islamistas obrigaram já milhares de pessoas a fugir da capital, muitos deles para o norte do país.</p>