Última hora

Última hora

Adidas pretende terminar com IAAF

A Adidas pretende terminar o patrocínio à Associação Internacional das Federações de Atletismo, quatro anos antes do termo do contrato, uma notícia

Em leitura:

Adidas pretende terminar com IAAF

Tamanho do texto Aa Aa

A Adidas pretende terminar o patrocínio à Associação Internacional das Federações de Atletismo, quatro anos antes do termo do contrato, uma notícia avançada pela televisão britânica BBC.

A parceria pode chegar ao fim devido aos escândalos de “doping” e corrupção.

O porta-voz da fabricante alemã de equipamentos desportivos, em declarações à agência noticiosa AFP, escusou-se a comentar, sem confirmar nem desmentir, a possibilidade de antecipar o fim do contrato.

Para o analista, Matthew Beesley, é mais fácil as empresas abandonaram o atletismo do que o futebol, pois “o futebol é um daqueles desportos que afeta todos os países do mundo.” Por isso, “algumas das maiores marcas permaneceram associadas ao futebol” demonstrando “a sua incapacidade de se distanciar da FIFA, do futebol mundial, mesmo face aos grandes escândalos, durante 2015. “

A importância do futebol é clara. O contrato entre a Adidas e a IAAF por onze anos, estipulado em 2008, vale 31 milhões de euros.

O contrato entre a germânica e a Federação Internacional de Futebol – FIFA, renovado em 2014 com duração até 2030, estipula um patrocínio de 92 milhões de euros, em cada quatro anos.