Última hora

Última hora

Royal Bank da Escócia compensa erros e admite novo ano de prejuízos

O Royal Bank da Escócia avisou que deverá fechar as contas de 2015 com o oitavo ano consecutivo a somar prejuízos. Uma má notícias para os

Em leitura:

Royal Bank da Escócia compensa erros e admite novo ano de prejuízos

Tamanho do texto Aa Aa

O Royal Bank da Escócia avisou que deverá fechar as contas de 2015 com o oitavo ano consecutivo a somar prejuízos. Uma má notícias para os investidores que contavam receber dividendos e para o chanceler do Tesouro britânico, cujos planos passam por privatizar a participação estatal na instituição.

(O comunicado do Royal Bank of Scotland)

Para tentar corrigir erros do passado, o segundo maior banco do Reino Unido estará a pôr de parte cerca de 3,8 mil milhões de libras (quase 5 mil milhões de euros) para fazer face, por exemplo, para custos legais com a Agência Federal Americana de financiamento à habitação e compensar maus negócios na venda de seguros no Reino Unido.

“Estou determinado a deixar os problemas do passado para trás e tornar o RBS um banco mais forte e mais seguro. Este anúncio é mais um passo em frente no sentimento de resolver questões legais”, afirma “, disse o presidente executivo do banco escocês, Ross McEwan, em comunicado.

Esta medida leva o RBS a prever um prejuízo de 3,6 mil milhões de libras (mais de 4,7 mil milhões de euros) no exercício do ano passado. Em resultado, as ações do banco desvalorizavam, esta quarta-feira, mais de 5 por cento na abertura da bolsa de Londres.