Última hora

Última hora

UE levanta sanções a ex-governantes ucranianos

O Tribunal Europeu levantou parcialmente as sanções a figuras ucranianas, próximas do ex-presidente Yanukovich. Kiev contesta a decisão.

Em leitura:

UE levanta sanções a ex-governantes ucranianos

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal da União Europeia “levantou parcialmente as sanções”:

Point of view

Este é mais um sinal para a Ucrânia. Se o país continuar a investigar estes casos desta forma, mais tarde ou mais cedo as sanções vão ser levantadas.

https://www.kyivpost.com/article/content/ukraine-politics/eu-lifts-sanctions-on-five-yanukovych-allies-406846.html a cinco antigas altas figuras da política ucraniana.

Os ativos na União Europeia destes cinco aliados do ex-presidente Viktor Yanukovich, incluindo o ex-primeiro-ministro Mykola Azarov, foram descongelados. Segundo o tribunal, com sede no Luxemburgo, Kiev não deu provas suficientes do desvio de fundos estatais de que são acusados.

O Ministério Público ucraniano não é da mesma opinião: “Ao longo do ano, enviámos mais de 70 cartas às instituições europeias, com a informação sobre o processo de investigação. Demos-lhes toda a informação para que pudessem prolongar as sanções”, diz Serhiy Horbatyuk, chefe do departamento de investigações especiais da Procuradoria da Ucrânia.

Na Ucrânia, há também quem acredite que a justiça do país não agiu como devia. Diz o jurista Mykhailo Ilyashev: “Este é mais um sinal para a Ucrânia. Se o país continuar a investigar estes casos desta forma, mais tarde ou mais cedo as sanções vão ser levantadas”.

Yanukovich, que é atualmente alvo de um mandado de busca internacional, tem igualmente os ativos congelados, mas pode vir a beneficiar de uma decisão semelhante.

O ex-presidente foi deposto no início de 2014 pelo movimento popular que ficou conhecido como movimento Maidan e afastou toda a nomenclatura próxima de Moscovo, o que acabaria por desencadear a atual guerra civil.