Última hora

Última hora

Manifestações seguem-se a noite violenta em Estocolmo

Na capital sueca, duas manifestações, uma a favor e outra contra o acolhimento de migrantes, seguiram-se a uma noite particularmente violenta.

Em leitura:

Manifestações seguem-se a noite violenta em Estocolmo

Tamanho do texto Aa Aa

Em Estocolmo, duas manifestações, uma contra os migrantes e outra contra a extrema-direita, saíram às ruas.

Numa zona central da capital sueca, cerca de 200 pessoas juntaram-se para pedir a aceleração do processo de expulsão de migrantes e a demissão do primeiro-ministro Stefan Löfven.

O protesto foi recebido por uma contramanifestação para defender o acolhimento de refugiados. Não houve incidentes. A polícia conseguiu evitar que os dois grupos se enfrentassem.

Uma calma a contrastar com a violência da noite de sexta para sábado, em que várias dezenas de homens encapuçados semearam o terror junto de grupos de imigrantes,

Entre 50 a 100 homens dirigiram-se à Sergels Torg, uma praça central de Estocolmo onde se juntam grupos de estrangeiros e agrediram várias pessoas, sobretudo menores não acompanhados.

As forças da ordem várias detenções, incluindo de um homem que esmurrou um polícia.

Vídeo publicado pelo jornal Aftonbladet: