Última hora

Última hora

Exposição sobre "O Museu da Inocência" de Orhan Pamuk inaugurada em Londres

Em leitura:

Exposição sobre "O Museu da Inocência" de Orhan Pamuk inaugurada em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Uma exposição sobre o romance “O Museu da Inocência” de Orhan Pamuk acaba de ser inaugurada em Londres. Ao escrever o livro, o escritor turco e

Uma exposição sobre o romance “O Museu da Inocência” de Orhan Pamuk acaba de ser inaugurada em Londres. Ao escrever o livro, o escritor turco e prémio Nobel da Literatura imaginou um projeto multimédia, que integrasse uma dimensão visual.

Point of view

Escrevi o romance a pensar no museu e criei o museu a pensar no romance.

O romance retrata a paixão obsessiva do herdeiro de uma família rica por uma prima pobre. A ação desenrola-se em Istambul.

“Há vários elementos visuais de Istambul dos anos 70 e 80 representados no museu da Inocência, como utensílios de cozinha, papéis do governo, coisas necessárias para sobreviver em Istambul na segunda metade do século XX.
Escrevi o romance a pensar no museu e criei o museu a pensar no romance”, explicou o escritor turco.

Além do livro publicado em 2006 e da exposição apresentada pela primeira vez em Istambul em 2012, “O Museu da Inocência” deu origem a um documentário realizado por Grant Robert Gee.

“Foi um projeto longo e nunca pensei que houvesse um filme. Estou muito feliz pelo facto de o Grant Gee o ter realizado. Eu escrevi diálogos e textos originais para o filme”, acrescentou o escritor.

A exposição pode ser visitada na Sommerset House em Londres até 3 de abril.