Última hora

Última hora

Primárias: Iowa dá o pontapé de saída

O novo inquilino da Casa Branca só vai ser conhecido em novembro e tanto democratas como republicanos têm um longo caminho pela frente. A começar

Em leitura:

Primárias: Iowa dá o pontapé de saída

Tamanho do texto Aa Aa

O novo inquilino da Casa Branca só vai ser conhecido em novembro e tanto democratas como republicanos têm um longo caminho pela frente. A começar pela nomeação dos candidatos. O pontapé de saída é dado no Iowa. Um estado que Hillary Clinton conhece bem e onde há oito anos entrou a perder.

“Hillary Clinton continua a ser a candidata favorita para a nomeação democrata. Ela conta com um enorme apoio institucional e lidera junto das mulheres e das minorias, uma situação que Sanders dificilmente vai conseguir mudar. Se ele quer ter uma hipótese vai precisar de mais aliados. Porque, neste momento, os eleitores de Sanders são os jovens liberais com estudos” refere Jim Tankersley do Washington Post.

Os comentários racistas, xenófobos e sexistas parecem não afetar a vantagem de Donald Trump na corrida à nomeação republicana. Um analista explica o sucesso do polémico milionário.

“Há uma razão que explica o facto de Donald Trump se estar a sair tão bem no partido Republicano. Os pontos de vista que tem vindo a defender são partilhados por outros candidatos republicanos que não foram capazes de os exprimir. Por isso, Trump está a tocar em algo muito profundo e que está na base do partido Republicano” defende Allan Lichtman.

Uma base que o senador do Texas Ted Cruz – o adversário direto de Trump – já fez saber que vai respeitar se conseguir destronar o favorito na corrida à nomeação republicana.

Euronews: “Uma coisa à certa: as assembleias populares no Iowa e, mais tarde, em New Hampshire vão ajudar a selecionar o ainda elevado número de candidatos, sobretudo, do lado republicano. Especialmente, os que representam o sistema político e estes podem ser os primeiros grandes derrotados nesta campanha eleitoral.”