Última hora

Última hora

França: Governo proíbe manifestações em Calais

O ministro francês do Interior proibiu as manifestações agendadas para o próximo fim de semana, em Calais, no norte do país. O movimento

Em leitura:

França: Governo proíbe manifestações em Calais

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro francês do Interior proibiu as manifestações agendadas para o próximo fim de semana, em Calais, no norte do país.

O movimento anti-imigração Pegida, tinha agendado uma marcha, para sábado.

A decisão de Bernard Cazeneuve surgiu depois dos protestos, do mês de janeiro, terem degenerado em atos de violência. Cerca de duas centenas de migrantes tentaram forçar a entrada em barcos com destino ao Reino Unido.

“Tendo em conta estes protestos e a ameaça grave que provocaram na ordem pública, e depois de ter discutido o assunto com a autarca de Calais, Natacha Bouchart, pedi para proibir todas as manifestações, independentemente, de quem as organiza, pois poderiam ameaçar a ordem pública”, informa o governante.

Mais de quatro mil migrantes, provenientes do Médio Oriente e de África, estão há meses, acampados em condições precárias, esperando a oportunidade para entrar, ilegalmente, num barco ou num comboio, que os leve até ao outro lado do Canal da Mancha.

Entretanto, a companhia de teatro inglesa, Shakespeare’s Globe, composta por atores voluntários levou à cena, em Calais, a peça “Hamlet”, do dramaturgo britânico William Shakespeare.