Última hora

Última hora

Parlamento Europeu apoia proposta de Bruxelas sobre emissões de veículos a diesel

Longe de gerar consenso, a proposta comunitária, sobre os limites de emissões de óxidos de azoto (NOx) dos veículos a diesel nos novos testes às

Em leitura:

Parlamento Europeu apoia proposta de Bruxelas sobre emissões de veículos a diesel

Tamanho do texto Aa Aa

Longe de gerar consenso, a proposta comunitária, sobre os limites de emissões de óxidos de azoto (NOx) dos veículos a diesel nos novos testes às emissões realizados em condução real, reuniu o apoio do Parlamento Europeu.

O veto, pedido pela comissão parlamentar do Ambiente, acabou por ser rejeitado, esta quarta-feira, por 323 votos frente aos 317 a favor da objeção e a 61 abstenções.

À luz da iniciativa, os novos veículos diesel poderão superar os limites de emissões poluentes em 110% até 2020 e a partir daí em 50%.

‘‘Foi um voto dececionante. Está claro que o lóbi da indústria automóvel venceu. Sabíamos que precisavam de novos testes, mas usaram o momento para enfraquecer o objetivo. Agora temos melhores testes, mas até estamos a duplicar o limite de emissões. Estamos, de certa forma, a autorizar os carros a poluir mais. É uma perda para a democracia, para a qualidade do ar e para a saúde dos cidadãos”, lamentou o eurodeputado holandês dos Verdes/ALE, Bas Eickhout.

O escândalo da Volkswagen, fabricante alemã de automóveis que admitiu ter usado um dispositivo para “manipular” emissões poluentes em veículos a diesel nos Estados Unidos, provocou uma tempestade na Europa, onde metade de automóveis são a gasóleo.